As borboletas nascem pela manhã

As borboletas nascem pela manhã

Ouço o barulho da asa… É quase como ouvir silêncio.
Não abuso dos suspiros que é para não acordar as flores e nem interromper o nascimento.

Dou pausas…Ela precisa de silêncio pra nascer…
Shiiiu… As folhas secas do pé de maracujá silvestre balançam a canção de boas vindas para que ela rompa a crisálida, ou casulo, nunca me lembro o certo.

Leio o meu horóscopo no jornal, a seguir no caderno geral um artigo que explica como um cinto de ligas e uns sapatos vermelhos poderiam mudar a minha vida afetiva e sexual e eu me pergunto se com um cinto de ligas os iogurtes fora do prazo desapareceriam do congelador?

Ouço o vento de outubro bailando.
Marco as horas…
Falo com ela anunciando o sol dourado que vai ajudá-la a voar.
Ela nascerá na manhã mais linda, de sol intenso e de um azul brilhante.

O programa da TV toca uma floratta onde meninas fazem acrobacias da ginástica rítmica.
É Bach. As fitas das mãos delas bailam e agorinha mesmo as asas dela também ganhará o espaço.
As borboletas nascem pela manhã e eu conto os minutos que antecedem…presencio o nascer da borboleta e emocionada brindo a vida.

Mariana Gouveia

2 comentários em “As borboletas nascem pela manhã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.