Maratone - se · Mariana Gouveia

Um livro da lista dos mais lidos que você tenha lido.

Na última postagem da Maratona Literária tenho que falar sobre um livro lido das listas dos mais lidos e curiosamente, li alguns deles.

Entre os mais lidos no mundo já li O alquimista, de Paulo Coelho, O código da Vinci, de Dan Brown e O diário de Anne Frank.

E na lista dos mais lidos no Brasil já li O pequeno príncipe, de Saint Exupéry, A cabana, de Willian P. Young, Cinquenta tons de Cinza, de E. L. James, Dom Casmurro, de Machado de Assis e O morro dos ventos Uivantes, de Emily Brontë .

Vou falar um pouco sobre O morro dos ventos uivantes, pois é o único dos que citei acima que tenho aqui comigo ainda. Os outros foram emprestados e nunca devolvidos… seguiram seus destinos de livros e pronto.

O Morro dos ventos uivantes me encantou e me apaixonei pela história. E não é porque se trata de uma história de amor que já foi reproduzida e adaptada milhares de vezes. Na verdade, o livro não é sobre um casal apaixonado ou uma narrativa simples sobre um amor que transcende as barreiras do tempo: é muito mais. Emily Brontë representa em seus personagens o nascer da crueldade, o egoísmo, a loucura, a vingança e a maldade. Seus temas góticos misturados com uma linguagem simples e descrições de poucos cenários – aqueles que a autora conhecia muito bem – tornam O Morro dos Ventos Uivantes uma obra para ser lida, relida, analisada e discutida. Não vou entrar em detalhes da história para não atrapalhar quem ainda não leu.

“Vejo as suas feições estampadas nas pedras.
Em todas as nuvens, em todas as árvores, a sua imagem me aparece.
Ela esta a minha volta, enchendo o meu ar da noite, refletida em cada objeto.
O mundo inteiro me lembra a todos instante que ela existiu e eu a perdi.”

Obrigada por estarem aqui e me acompanharem nessa maratona literária.
Abraço carinhoso.

Mariana Gouveia
Esse post faz parte da Maratona Literária do grupo Interative-se.
Participam desse projeto
Lunna Guedes, Obdúlio Ortega, Roseli Pedroso, Ale Helga, Isabelle Brum