Das rotinas · Mariana Gouveia

Era o filme 3d…

Não fosse eu, nessa tarde insolente
e a essência das folhas a povoar o quintal.

Não fosse eu, seria o pássaro a descobrir a madrugada
no seu canto sobre a parabólica ainda envolta no breu.

Era o filme a desvendar nas mãos a analógica do dia.
O céu a despontar centímetros no avançar dos segundos,
a povoar de cores as nuvens no rompante do amanhecer.

A vida a acontecer minúscula no rumo das coisas.
Não fosse eu, era você.

Mariana Gouveia

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.