Misfits

Começa a notar que as coisas se inverteram na ordem? Caminho por esta avenida sem calçadas. Carros, desde que se tornaram importantes, ocupam os jardins das casas. Moramos sob a laje. Entre grades. Nesta gaiola insana.

É verdade que alçarão a segunda e a terceira lua ao espaço? Até 2022, prometem… Baita economia de iluminação pública! Vai brilhar mais que a lua original!…

Vi uma estrela tão alta,/

Vi uma estrela tão fria…

Protestam os namorados e os lobisomens.

Nesta cidade, as coisas endividam pessoas. São descartáveis. Também as pessoas.

Ou então

Partimos numa viagem secreta. Há de ter algum grotão neste mundo. Ainda há. Com boa literatura.

A esperança

Não há lugar para pessimismo. A vida é una, indivisível, improrrogável. Ouço-o gritando enquanto corre em ziguezague por entre os carros.

Depois se recolhe em sua lata de lixo. O último fecha a tampa.

Adriana Aneli
Texto publicado no livro: Delírios Comunistas
Scenarium Livros Artesanais
Você pode adquirir o livro aqui

2 comentários em “Misfits

  1. Qui peut dire ce que serait notre avenir ?
    La seule chose que je puisse affirmer : nous sommes sur la même planète terre.
    Nous sommes tous à profiter de la même nature et de ses bienfaits.

    Alors tentons de la protéger et surtout prions ensemble le grand architecte, le créateur de tout, de nous tous.
    Allons en paix.
    Prions !

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.