Portas Abertas

Quer saber como escrevi Portas Abertas?
Clica aí… vai lá, curta, comenta e diga o que achou.

Scenarium

Por Mariana Gouveia

Quando ganhei essa história, fiquei sufocada durante alguns dias, antes de decidir escrever. Várias perguntas me rodeavam… como se a dor de Maria também fosse a minha dor. Acabei vivendo cada instante da vida de Maria. Percebei que qualquer frase além do permitido poderia causar mais dor e, de repente, a história foi ganhando vida e seguiu o rumo diante do propósito racional de ser… Chave que abre a porta para essa última parte da história (será mesmo o final?) e possa enfim compreender o amor em sua essência. De se colocar no lugar do outro. De pensar como o outro. De viver com o olhar do outro.

Talvez, essa mesma história com alguns contextos diferentes esteja acontecendo perto de você. Na sua rua, no seu bairro ou em sua cidade. E somente com o olhar sobre o outro, você poderá de alguma forma ser a chave…

Ver o post original 84 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.