e uma nova idade se faz…

os seus pés tinham asas escondidas

Ela perguntou-lhe a cor dos seus pés.
Ele respondeu silenciosamente que eram da cor da pedra.

Ela percebeu e sorriu.
Ela gostava de andar descalça, de esfolar os pés e de os gastar,

gostava de tocar o chão rugoso com as suas palmas
e de sentir o caminho de uma outra forma, muito avessa.

Ela gostava de pés que se podiam usar, vestir e calçar,
disse-lhe depois de o seu silêncio terminar.

Ele respingou que os seus pés sabiam amar e podiam ser bebidos como água fresca.
Que os seus pés tinham asas escondidas e segredos doridos.

Ela apaixonou-se…

Agripina Roxo

8 comentários em “e uma nova idade se faz…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.