E o mundo é micro…

Querida Graça,


A caixa de costura ganhou linhas novas. Jogo água nas plantas e busco o botão novo da flor. Todo objeto aqui tem jeito de gente. A tesoura, uma bailarina a ensaiar passos no lençol novo. Alguém confundiu semente com flor e a solidão das coisas apareceu no quintal enquanto garoava. Tudo era a estação errada a invadir o tempo. As paredes inventam nomes rabiscados contando histórias. O micromundo nasce onde ainda há pouco era chuva. Reconheço a figura nova no jardim. Tinha jeito de novidade junto do meu riso e penso que em algum lugar as lágrimas devem molhar as flores. Reconheço o sabor a sal na boca. Toco a brancura da pétala. As flores merecem o afago. Em vez de mudanças, as lembranças cabem dentro das coisas. O Universo é feito de coisas miúdas. O tempo muda e a moça do tempo fala dos próximos dias e eu fico a esperar que mais uma vez ela erre outra vez mais uma vez.

Desvios para atravessar quintais
Diário das quatro estações
Mariana Gouveia
Adriana Aneli – Alê Helga – Claudia Leonardi – Darlene Regina – Lunna Guedes – Obdulio Ortega – Roseli Pedroso

10 comentários em “E o mundo é micro…

  1. *A NARRATIVA de um momento impactante na vida do “eu” ,tão impactante que me tocaram fundo frases como :”As lembranças cabem dentro das coisas “/” o universo é feito de coisas simples “/o tempo fala …”/”as lágrimas molham as flores”*

    *Maria *

    Curtido por 1 pessoa

  2. Mariana, você tem a sensibilidade de sentir o vento, o auxílio dos pássaros, borboletas, flores – toda a Natureza perfeita – para saber sobre o clima. A pobre moça do tempo tem apenas a tecnologia imperfeita para ajudá-la. Aí, é covardia…

    Curtido por 1 pessoa

    1. estou sempre nesse embate com a moça do tempo, Obdúlio…. essa história dela dizer que pode chover a qualquer momento me faz rir.
      Grata pelas palavras lindas comigo! Abraço

      Curtido por 1 pessoa

  3. Nossa, viajei enquanto lia… fui parar num lugar distante, a minha infância e ouvi o som da máquina de costura da mulher que ficava comigo nas noites de sextas. Eu adorava mexer numa caixinha dela, cheia de botões coloridos… que louco isso.

    Voltei! Viu o que a senhora faz comigo?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.