Petulância

 

Que petulância da moça,
que, depois de roubar-me a alma
atravessar um oceano de possibilidades
levar ainda meu juízo e calma
me colocar num mar de imprevisibilidades,
deixar-me escondida dentro dela
ainda me pergunta se tenho alma pra ela.

Mariana Gouveia
in, O Lado de dentro

*imagem:  Stumble Upon

4 comentários em “Petulância

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.